sábado, 3 de janeiro de 2015

#TAG: The Liebster Award - Discover New Blogs!

Boa tarde Leitores! Ontem recebi um e-mail e não poderia ter ficado mais feliz ao receber um comentário sobre estar marcada em uma Tag. Eu simplesmente adoro fazê-las. Agradeço ao Blog Marcando Páginas por ter me indicado.
O objetivo é ajudar blogs que estão no começo e que tenham menos de 500 seguidores.


 Regras:
• Escrever 11 fatos sobre você;

• Responder as perguntas de quem te indicou;

• Indicar de 10 a 20 blogs com menos de 500 seguidores; 

• Fazer 11 perguntas para quem indicar;

• Colocar uma imagem que mostre o selo Liebster;


• Linkar quem te indicou.

  Os 11 fatos sobre mim.
 1- Sempre ao comprar um livro antes de colocá-lo na estante eu leio a última frase. E por incrível que pareça eu sempre me surpreendo com o final. 
2- Eu nunca emprestarei meus livros nem a minha melhor amiga. É difícil encontrar pessoas que cuidam deles com carinho como nós. 
3-  Indico o livro certo para cada pessoa e costumo deixá-las viciadas pelos autores, por um bom tempo permanecendo o seu favorito. 
4- Tirar fotos é um hobbie, editá-las é um calmante. 
5- Quando vou à festas tiro foto de algumas páginas do livro atual para ficar lendo. 
6- Detesto ler livros que são "modinha." Nunca leio o que todos estão lendo. 
7- Odeio o calor, planejo morar em Forks, Washington para apenas presenciar frio e chuva. 
8- Sou fã de músicas instrumentais e tenho uma playlist com as de todos os filmes possíveis. 
9- Não tenho paciência para me arrumar, ODEIO ter que ir ao salão arrumar cabelo. 
10- Tenho a mania de organizar minha estante por autor ou editora. 
11- Criei um "evento" onde em 2012 comecei a trocar livros no Natal e agora já somos em quatro. É uma iniciativa para se iniciar novas leituras. 


 Respostas das perguntas feitas pelo Blog Marcando Páginas.

 1. Qual é a capa mais bonita da sua estante? 
        Costumo achar cada uma com a sua beleza, é difícil escolher "A mais bonita" porém quando parei para pensar nessa questão me veio que Se eu ficar apresenta uma capa onde se engloba as três coisas mais importantes da vida de um ser humano. O amor, a família e realizar aquilo que mais se ama. E ao mesmo tempo esses são nossos maiores medos pois a qualquer momento estamos propensos à perdê-los. 

2. Com qual livro você mais se identificou com a personagem principal? 
Peregrina/ Melanie de "A hospedeira." Como a maior parte do livro nós temos mais as ações de Peg eu me identifiquei muito com ela, por ser uma alma ela sempre colocava os outros em primeiro lugar e é isso que eu sempre fiz e sempre vou fazer. Ela não se importava com ela mesma, independente se a pessoa era boa ou não, sua amiga ou não. Apesar de não ser desejada em um lugar ela os conquistou mas não colocava sua vida em primeiro plano. Talvez foi isso que a tornou especial. Ela não fazia isso por medo, pois no fim se mostrou muito mais corajosa para salvar Melanie. 


3. Qual personagem você mandaria para a fogueira?
Com toda a certeza do mundo. Snow. Sem muito a dizer, acho que todos nós o odiamos. O quanto ele é maléfico, cruel. Quantas pessoas sofreram por suas atitudes. Simplesmente o odeio.

4. Qual livro já te fez chorar?
Não sei os outros leitores mas como leio muito e conheço o perfil de cada escritor não consigo chorar a muito tempo. Porém no meu primeiro livro de Nicholas Sparks "A última música" eu não resisti, fazem quatro anos desde que o li. Marley & Eu me rendeu muitas lágrimas também, o assunto envolvendo cachorros derrete meu coração, então se eu ler algum livro do qual se trata de animais, principalmente nossos amigos de quatro patas eu me renderei ao choro. 

5. Qual livro você comprou apenas pela capa? 
"Branca de Neve e o caçador", eu ainda não tinha visto o filme e estava na Bienal,o livro era muito diferente com as páginas detalhadas e fora do padrão branco ou meio amarelado. Mas a capa me chamou atenção pois dificilmente a 1º Edição de um livro é com o ator ou atriz do filme. Não me recordo mas acho que nem li a sinopse e já o comprei apenas porque a capa era bem diferente de todas das quais eu tinha.


6. Um livro que você não tem vontade alguma de ler? 
"As crônicas de gelo e fogo", no início eu os adicionei à minha lista, cheguei a comprar o primeiro porém desisti. São livros excelentes porém depois de um tempo percebi que não ia conseguir me firmar e gostar da história. É um livro enorme, com letras minúsculas e eu não tenho tempo algum de ler, perderia muito tempo podendo ler outros livros que me atraem muito mais. 

7. Algum autor já conseguiu mudar sua vida? Qual? 
Sim! Vários autores nos ensinam diversas lições ocultas em dezenas e centenas de palavras mas Nicholas Sparks se destaca. Falar de romance é bem clichê mas ele torna tudo original, então Sparks me fez parar de pensar que tudo sempre dá certo, ser aquela pessoa frágil. Que devemos amar mas não acreditar que será para sempre. Ele é o autor mais realista e especial ao meu ver, eu consigo ajudar centenas de pessoas iludidas com o amor, e agora é um tanto quanto ridículo acreditarem que só porque deu certo uma vez será eterno. Isso não se encaixa mais em minha mente e vejo o quanto é bom, pois vejo  inúmeras meninas sofrendo, perdendo o tempo sabendo que a vida é feita de momentos e elas simplesmente estagnam a vida por querer algo que é muito pouco para si mesmas. Acho que elas deveriam ler mais.

8. Você já começou a gostar de alguma coisa (comida, banda) por causa de um livro? O que?  
Com certeza! É impossível esquecer, comecei a escutar músicas instrumentais por causa de Crepúsculo, quando li que Edward escutava Debussy - Clair de Lune me interessei ainda mais quando ele tocou Bella´s Lullaby e então sempre pesquisava as músicas de Carter Burwell.  

9. Tem uma playlist para ler?
Não sigo músicas aleatórias, porém prefiro algo calmo como algumas do Coldplay. Na maioria das vezes deixo a Playlist instrumental ligada na sequência dos álbuns de filmes, porém não é sempre. 

10. Quais os três primeiros livros da sua meta de 2015? 
Nárnia (Volume Único); a série Fallen e Questões do Coração.  

11. Costuma marcar os livros (marca-texto, nota adesiva)? O que marca?
Desde o fim do ano de 2013 comecei com nota adesiva, porém depois de feita a resenha costumo tirar, a não ser que seja alguma frase que eu queira lembrar. Mas normalmente marco passagens para lembrar de comentar. 

Respondida as perguntas eu indico para participarem da Tag os blogs - Pensamento Literário  Apaixonada por palavras - Les amants de livres - Marcador de Palavras e as minhas perguntas serão as seguintes: 

1- Como iniciou o gosto pela leitura?
2- Qual o maior livro da sua estante? 
3- Um livro que todos gostaram menos você. 
4- Dentre todos os livros dos quais já leu, qual foi o mais marcante e por quê?
5- Se pudesse escolher um livro para viver a história qual escolheria?
6- Qual morte de algum personagem te deixou mais triste?
7- Já desistiu de algum livro? Por quê?
8- Consegue ler em qualquer lugar?
9- Alguma vez comprou um livro apenas por comprar e se apaixonou pela história? Qual? 
10- Um livro que mudaria o final. Por quê?
11- O que o (a) influenciou a ter um blog?

Então terminada a Tag espero que tenham gostado, e novamente agradeço ao blog Marcando Páginas por ter indicado!Caso outros blogs queiram fazer sintam-se à vontade!Comentem aqui caso fizerem a Tag, muito obrigada e grande beijo.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Lançamentos do mês.

 Bom dia Leitores! Faz muito tempo que não tenho o prazer de postar, mas estou sem internet desde o começo do mês e está sendo um sofrimento. Esperei tanto as férias para atualizar o blog e quando tenho a chance me acontecem esses imprevistos. Não faço ideia de quando poderei voltar, sempre tento ir na casa de amigos ou parentes para não abandonar vocês, espero que me perdoem. Porém hoje eu consegui! E aqui estão os lindinhos de Dezembro.

- Minta que me ama (Maria Duffy) 
 "O inverno é a estação mais aconchegante do ano, mas Jenny Breslin não se sente nada confortável. Tudo na sua vida a total ausência de romance, o emprego chatíssimo no banco foi tocado pela mágica das festas de fim de ano. A simples ideia de passar por mais um Natal com a sua mãe extravagante e Harry, o novo namorado dela, a enche de pavor. Mas isso é na vida real...
No Twitter, as coisas não poderiam estar mais interessantes. Nele, Jenny tem uma carreira em ascensão, uma vida amorosa sensacional e uma agenda superconcorrida. Então, em uma noite de bebedeira, Jenny está tuitando com suas amigas Zahra, Fiona e Kerry. E de repente ela as convida para passar alguns dias em sua casa em Dublin. À medida que a sua vida virtual entra em rota de colisão com a sua verdadeira rotina, Jenny não sabe para onde correr. Tudo parece contribuir para mostrar que a existência das suas companheiras de Twitter é um milhão de vezes mais interessante do que a sua. O fim de semana chega, e segredos são compartilhados. Jenny começa a perceber que, enquanto ela sonhava, as coisas acontecem bem depressa.
Será que é muito tarde para que ela volte a assumir o controle da sua própria e verdadeira vida?"

- O livro das criaturas de Harry Potter

"Lançamento mundial do novo livro oficial sobre o mundo de Harry Potter. O livro das criaturas de Harry Potter mostra os detalhes da criação dos magníficos seres presentes na famosa série cinematográfica. A obra é recheada de perfis detalhados de cada criatura, raríssimas ilustrações, fotografias dos bastidores e segredos cinematográficos necessários para tirar os incríveis habitantes do mundo mágico de J.K. Rowling do papel."

-Uma chance para recomeçar (Lisa Kleypas)

 "Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe.
Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida...
Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal."

-Operação perfeito (Rachel Joyce)

"Em uma manhã nebulosa de 1972, a vida de Byron Hemming, de 12 anos, muda de repente. Tudo acontece em menos de dois segundos, quando ele e a mãe se envolvem em um acidente de carro. Embora o garoto tenha certeza de que o acidente aconteceu, sua mãe age como se nada tivesse acontecido.
Nos dias e nas semanas seguintes, Byron embarca em uma jornada para descobrir o que realmente houve naquela manhã que mudou sua vida. Junto com o amigo James, ele cria a Operação Perfeito, um conjunto de planos para tentar resolver a situação.
Operação Perfeito, o novo romance da autora best-seller de A improvável jornada de Harold Fry, que vendeu mais de um milhão de exemplares, é uma história comovente sobre um segredo, um erro terrível e a natureza destrutiva da perfeição."
 
 
 Então aqui estão os lançamentos desde mês natalino, estou louca para comprar todos. E eu preciso compartilhar uma novidade com vocês, não há dia marcado ainda porém eu e mais duas amigas trocaremos livros para o Natal e eu vou compartilhar com vocês o que comprei e ganhei. Tudo no Blog e no Instagram Moradadoslivros. Acompanhem. Espero poder voltar logo e o plano é uma sinopse muito especial! Grande beijo e fiquem com Deus. 

domingo, 23 de novembro de 2014

Sobre o livro

Bom dia Leitores! Nada melhor do que fazer postagens com uma chuva maravilhosa, consegui voltar pois finalmente as provas me deixaram, espero que gostem do "Sobre o livro" de hoje.

Livro: "A última música" - Capítulo: 35  Página: 340


O capítulo mais triste do livro, Nicholas Sparks conseguiu o que queria: lágrimas dos leitores. O fim do livro mostra muito além do que queremos, e apesar de antes ao vermos uma Ronnie frágil, neste capítulo conseguimos muito mais. Carinho, cuidado, amor e tristeza fundamentais para mostrar como a fria personagem principal mudou e conseguiu dar uma nova chance ao mundo, em nome do amor ao seu pai. É doce e simples, momentâneo mas inesquecível como ela quer conhecê-lo, nos mínimos detalhes possíveis, descobertas no fim que além de livrar os personagens nos livram também. O pai de Ronnie consegue trazer a doce menina quando ainda tinha 5 anos de volta ao mundo, não por obrigação mas aos poucos, mesmo que sendo tarde. Me apaixonei pela maneira que Sparks terminou a história entre pai e filha, ele introduziu um começo no fim. As cartas são a marca registrada do autor e não poderia ser diferente neste livro. Lindas cartas que nos fazem refletir, que tiram totalmente o muro que cobre Ronnie, e novamente um balde de gelo é jogado nela com toda a verdade e aquele aperto no peito de: "É tarde."
O capítulo mostra o significado do título do livro. Surpreendente. E é quando lemos a última frase que entendemos que o processo pelo qual ela passou o livro inteiro valeu à pena.Para mim este foi o último capítulo, pois seria um desfecho digno de Nicholas Sparks, porém há algumas coisas pendentes. Gosto de chamá-lo de capítulo das verdades, e não há outra palavra para usar que não seja
extremamente fofo em meio ao turbilhão de tristezas que rondam as páginas do capítulo. A simplicidade dos momentos finais torna tudo mais triste, pois percebemos que ela perdeu tudo o que envolvia a vida de seu pai. Mas é gratificante ler que no fim foi seu pai que trouxe a vida de Ronnie aos eixos novamente, e abriu os olhos da garota que chegou à Carolina do Norte revoltada e desamparada. 
"As pessoas cometem erros"     


 E é isso pessoal, sexta eu não postei como prometi, me perdoem, mas eu consegui terminar e aqui está! Para quem não sabe eu criei um Instagram para o blog, onde vocês podem ficar atualizados, estou seguindo todos de volta! Moradadoslivros
Espero que tenham gostado e logo teremos mais postagens! Grande beijo!

domingo, 26 de outubro de 2014

Resenha

Bom dia! Antes de me afundar em livros (de escola, que tristeza) resolvi fazer uma resenha que há tempos não vemos.Escolhi um livro que já li faz muito tempo, mas eu adoraria comentar sobre ele. Então vamos lá. 

Resenha do livro: "A Hospedeira" 

Autor: Stephenie Meyer 
Ano de lançamento: 2008
Editora: Intrínseca
Páginas: 560
Nota: 10,0/10,
Sinopse:
"Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam."
E apenas tenho uma coisa a dizer: superou todas as minhas expectativas. Por ser Stephenie Meyer de cara pensamos que será algo relacionado ao mundo vampiro, mas com certeza você leva um tapa na cara ao começar esse livro que foge totalmente do mundo que ela escreve sobre Edward e Bella. A hospedeira é milhões de vezes melhor, suas ideias, o rumo que ela tomou para escrever essa história que sim, deveria ser uma Saga no lugar de Crepúsculo, costumo de dizer que foi muito inteligente ao escrever algo desse tipo. 
 Novamente nos vemos em um futuro apocaliptíco, onde almas ocupam nossos corpos, e a raça humana é quase totalmente extinta. Melanie Stryder é capturada por Buscadores levando-a para um Curandeiro para dar espaço a uma nova alma em seu corpo. Peregrina é sua hospedeira, está controlando seu corpo e precisa terminar o trabalho matando-a. Mas antes sua Buscadora precisa de informações para encontrar o grupo humano do qual estavam se escondendo. 
O começo do livro é muito monótono, de difícil entendimento, característica da autora demorar em suas narrações mas neste livro foi demais, informações muito desnecessárias. Podemos dizer que ela queria que acompanhássemos o livro em tempo real. Pensei em desistir, mas como leitora não me permiti à esse capricho, depois de alguns capítulos você simplesmente não consegue parar de ler. Posso dizer que as coisas ficam muito mais interessantes quando ela encontra seu grupo de quando humana, pelo simples fato de ter mais ação e movimento. Um ponto positivo do livro ser enorme é que você não chegará ao fim sem entender, há tempo para pensar, compreender o mundo que a autora criou, que é perfeito, maravilhoso e incrível. Costumo dizer que assisti ao filme antes de lançar, pois consegui visualizar tudo em minha cabeça. 
É claro que não pode faltar um triângulo amoroso, mas esse literalmente foi de corpo à alma, foi tudo extremamente intenso, ela coloca em questão amar pela essência, o que torna o livro doce e encantador. O personagem Ian foi o que mais me encantou, pelo simples fato de deixar claro que amava Peg e não Melaine. Você pode perceber que há um desenrolar com etapas, e só no meio do livro que entendemos totalmente o que significa ser um hospedeiro e viver vários mundos, e até agora fico chocada com a inteligência da autora. 
Um misto de emoções que em uma hora você está chorando, na outra desesperado e no fim soltando suspiros com cenas românticas. Não sei vocês mas tiveram momentos dos quais eu queria bater em Melaine, que ficava contrariando Peg, a impedindo de tudo, e agora Peg deixava-se controlar, e a cada vez mais não se permitia estar com Ian. Jared também me irrita constantemente por não aceitar Mel/Peg em sua vida.
  Achei interessante o fato do livro inteiro ser narrado por Peregrina, e enquanto Melaine está em sua mente mostra tudo sobre sua vida, são duas narrações em uma só. E por ser um livro sobre almas é muito superficial o que ficamos sabendo mas durante o tempo em que li entrei em um mundo do qual não queria sair.
 O final de surpreende, fiquei receosa com o que poderia acontecer, e eu jurava que naquele momento seria o fim e não teríamos mais Peg narrando quando somos surpreendidos. À cada página não temos ideia do que pode acontecer, um livro imprevisível. 
 
 Amei fazer esta Resenha, sempre estou tirando-o da minha estante e dando uma espiada nas minhas partes favoritas pois é uma narração de tirar o fôlego. Às fontes das imagens: Peg e Ian Peg e Jared Capa do livro